Le Parkour – Um esporte pra lá de radical

Le Parkour é um esporte impressionante! Seus praticantes fazem saltos e acrobacias, escaladas, e outras coisas que parecem loucura ou simplesmente impossíveis.

Os atletas de Le Parkour são capazes de saltar de alturas de mais de 10m, escalam lugares altíssimos, ou atiram-se pra baixo sem o menor temor das consequências da gravidade; conseguem dar 3 passos subindo pela parede, saltam até mesmo do segundo andar de um prédio e caem com uma leveza tão grande que parecem anular a velocidade e o peso do corpo. Na minha opinião Le Parkour é  o exemplo perfeito de um esporte extremamente radical em sua essência.

Particularmente, sempre gostei de saltos e acrobacias, e sempre tive boa flexibilidade e habilidade corporal. Quando pequeno gostava de subir nas árvores, pular o muro, escalar as paredes de casa, e me pendurar pelas janelas e armários. Talvez por isso eu admire tanto este esporte.

O esporte foi desenvolvido em 1980, na França, como um método de treinamento para permitir que qualquer pessoa possa ultrapassar de forma rápida e segura quaisquer obstáculos, utilizando somente as incríveis habilidades e capacidades do corpo humano. Seu fundador foi David Belle, o qual atribuiu ao seu pai, um excelente ginasta lembrado por grandes feitos e recordes, a inspiração para a criação do seu método de treinamento.

Assistindo a estes vídeos, imagino que os obstáculos que devam ser superados pelos atletas não sejam somente físicos, mas em grande parte mentais. Já que o risco de se machucar é alto, e algumas tentativas podem ser extremamente perigosas, o medo pode estar frequentemente presente, exigindo do atleta um nível elevado de controle e capacidade de autosuperação.

A prática valoriza a importância do fortalecimento e da longevidade do corpo, buscando sempre melhorar a si enquanto ser humano, e mantendo o corpo forte e vigoroso de forma duradoura, similar ao Método Natural de Georges Hébert, também bastante popular.

Enfim, em tudo isso, o que mais me encanta é lembrar e novamente perceber do quanto o ser humano é capaz de fazer coisas incríveis e maravilhosas. Quais serão os nossos limites?

Mateus Lopes

Sou engenheiro de software e desenvolvedor web e cloud, sou um apaixonado por tecnologia. Sou músico e ator por puro amor. Sou filósofo por filosofar, e espiritualista pela razão e dedução lógica das leis naturais. Sou meditador, praticante de yoga, estudante da vida e do amor. Sou um pouco de tudo o que já estudei e vivi, mas sou também todo o universo do potencial que há em mim!

Um comentário em “Le Parkour – Um esporte pra lá de radical

  • 17/09/2011 em 18:27
    Permalink

    esso é irado e eu vi isso la no cepa e tenho 2 amigos que fazem eu fasso uma coisa ou outra disso

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *