Esculturas: Perdendo a Cabeça

Escultura de um ser, sem pescoço, segurança sua cabeça já quase perdida, fora do corpo, a ponto de perdê-la.
Escultura: Perdendo a CCabeça

Nos dias de hoje,
nesse mundo tão veloz,
tudo nos parece urgente.

O medo de não cumprir,
o pavor de fracasar,
a angústia de não conseguir.

Stress, atraso,
metas e prazos,
cobranças e contas,
e a gente quase desmonta…
perde a cabeça!

Ou, ao menos,
tem aquela vontade,
de arrancá-la com toda força,
quase como uma besta!

Mateus Lopes

Mateus Lopes

Sou engenheiro de software e desenvolvedor web e cloud, sou um apaixonado por tecnologia. Sou músico e ator por puro amor. Sou filósofo por filosofar, e espiritualista pela razão e dedução lógica das leis naturais. Sou meditador, praticante de yoga, estudante da vida e do amor. Sou um pouco de tudo o que já estudei e vivi, mas sou também todo o universo do potencial que há em mim!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *