Arquivos mensais: maio 2008

Segmentar é preciso! Mas qual o público de um blog pessoal?


Por todos os infinitos cantos, dessa gigante blogosfera, parece-me unânime a opinião de que não devemos querer falar sobre muitos assuntos diferentes em um mesmo blog. Afinal, não somos, nem podemos, e nem devemos querer ser, sozinhos, um novo Yahoo, UOL, IG ou qualquer outro grande portal de conteúdo, que abordam temas diversificados através de seus canais.

É claro que concordo absolutamente com o conceito de segmentação!

No entanto, desde que comecei esse blog, que é o meu blog pessoal, venho tentando descobrir qual é o meu nicho de assuntos. Confesso que, algumas vezes, já deixei de escrever nesse blog, por achar que estaria colocando assuntos muito diferentes entre si, e isso poderia causar uma certa confusão em quem está acessando o blog pela primeira vez. Afinal, esse cara fala sobre o que?

Bem, em primeiro lugar, o que eu falo deve estar diretamente relacionado com o que eu vivo! Pois, seria insensato querer discorrer sobre assuntos que estão fora do meu domínio ou convivência. Falando sobre aquilo que faz parte de nosso dia-a-dia, transmitimos nossa mensagem com convicção e propriedade, o que é sentido diretamente pelos leitores.

Muito bem. Assim fica mais fácil! Basta falar sobre aquilo que me interessa e pronto. Eis o meu segmento e o meu público!

Isso pode ser bastante adequado para um grande número de pessoas que são especialistas em um assunto específico, e fazem com que seu blog, que carrega seu nome pessoal, torne-se um blog com um público de interesse muito particular. Mas qual será o nicho de alguém que é mais generalista do que especialista?

No meu caso, até certo ponto, eu vivo uma vida bastante diversificada e de interesses múltiplos. Trabalho com internet e tecnologia há 12 anos, mas também trabalho, na área artística e cultural, como ator e tenho um grupo de teatro chamado Teatro do Pé. Além disso, sou músico compositor, faço esculturas e me interesso muito por cultura e artes em geral.

Além dessas duas áreas, que sigo profissionalmente, sempre fui dotado de um espírito extremamente curioso e científico, o que me fez transitar por muitos assuntos diferentes, como filosofia, espiritualidade, física, matemática, história, marketing, design, negócios, finanças, investimentos, empreendedorismo, entre outros. Sempre estudando e aprendendo o suficiente, de cada assunto, para poder mesclar conhecimentos e criar pontes criativas, entre as diferentes disciplinas, somando seus potenciais aplicados na geração de novas idéias com base consistente.

Enfim, cheguei à conclusão de que o meu blog pessoal não terá segmentação alguma! Afinal, esse será o meu espaço pessoal, onde poderei falar sobre o que eu quiser, quando eu quiser.

Para aqueles assuntos em que tenho maior domínio, e que são extensos o suficiente para que eu gere bastante conteúdo, então criarei blogs segmentados.

Portanto, daqui por diante, meu caro amigo leitor, saiba que neste blog, mesmo que não tenha um assunto único e específico, você vai encontrar sempre coisas interessantes ou úteis, que penso que valem a pena serem ditas.

Dica: 5978 Ícones de Altíssima Qualidade para utilizar em Sites e Aplicações


Fantástico! Quem trabalha com design de websites, softwares ou aplicações diversas sabe o quanto é importante ter uma boa coletânea de ícones. Outro dia eu fiquei quase 3 horas procurando ícones gratuitos pela web, salvando-os em meu computador e montando o meu próprio banco de ícones para utilizar em alguns projetos.

Então ontem, encontrei uma postagem, no blog Nerd Business, com mais de 5900 ícones, ou exatos 5978 (de acordo com o autor), que são belíssimos e, o que é melhor, em alta resolução, o que permite maior flexibilidade na utilização dos mesmos.

Clique aqui e acesse a galeria com os 5978 ícones.
Vale a pena guardar no seu bookmark!

O único ponto negativo é que não há link para fazer download de todos os ícones em um único pacote. Se quiser guardá-los em seu computador, terá que salvar um a um. De acordo com o autor, ele fez isso em respeito aos websites onde encontrou os ícones, e diz que, quem desejar baixar os pacotes, deverá visitar cada um dos websites indicados para baixá-los.

Eu preferi guardar no meu bookmark, e quando eu precisar de algum ícone, farei uma consulta online mesmo.

Qual a importância do petróleo para o meio ambiente?


Há alguns dias, conversando com alguns amigos, surgiu o assunto a respeito de qual seria a importância do petróleo para o equilíbrio do meio ambiente. Não soubemos responder exatamente se o petróleo possui alguma função especial, ou desempenha algum papel importante, em relação ao equilíbrio ecológico do nosso sistema planetário.

Assim como o óleo de motor de um carro é de fundamental importância para lubrificar as partes de atrito do motor, e também resfriá-lo, não seria também o petróleo, esse óleo escuro que descansa em diversas regiões do subsolo planetário, uma espécie de lubrificante importante para a auto-regulagem do sistema natural? Ou seja, se todo o petróleo existente no planeta for extraído e consumido, qual será a consequência, ou o impacto natural desse ato?

Já sabemos muito bem qual o impacto que isso terá na economia humana, sendo que, o petróleo, é fonte de energia e matéria prima insubstituível, até então, para muitos (mas muitos mesmo) produtos que utilizamos diariamente em todo o mundo. Combustíveis, gases, óleos, graxas, borracha, plástico, lubrificantes, álcool, fibras, resinas, tintas, medicamentos, enfim, até mesmo a indústria farmacêutica, de cosméticos e veterinária utilizam subprodutos dos derivados de petróleo. Ou seja, o homem tá f… quando o petróleo acabar. Pelo menos por enquanto! Enquanto não se descobrem maneiras alternativas de atingir os mesmos fins.

Tudo bem, o homem que trabalhe para solucionar os seus problemas, mas e o planeta Terra? Qual será o impacto da falta do petróleo em nosso meio ambiente?

Já sabemos que a queima do petróleo e seus derivados está sufocando o nosso planeta, diariamente, emitindo milhares de toneladas de gás carbônico para a atmosfera. Esse impacto ambiental nos já estamos sentindo através dos efeitos na temperatura, nas águas, nos ventos, enfim, nas mudanças climáticas em geral. Mas e se, além dessas consequências, houver alguma outra, ainda não prevista, causada pela extinção total desse óleo do subsolo planetário, de forma que o planeta se torne incapaz ou deficiente em alguma função específica de seu eco-sistema?

Posso estar falando besteira, mas, valerá o diálogo e a pesquisa. Gostaria de saber se você, meu caro leitor, tem algum conhecimento ou informação a respeito desse assunto? Mesmo que não tenha informação, se pensar em alguma hipótese interessante, por favor, deixe o seu comentário para contribuir no esclarecimento desse assunto.

Eu pensei em um possível impacto:

Imaginem um poço, uma reserva de petróleo gigantesca, bem no fundo do oceano, digamos que a mais de 2 km de profundidade. Imaginem agora que todo o petróleo desse poço seja extraído, e que ele se torne um imenso buraco, oco, vazio, suportando o enorme peso do oceano acima dele. Agora, digamos que o petróleo que estava dentro desse enorme buraco, era o que fazia pressão suficiente para que a terra suportasse todo o peso das águas, e que, após retirá-lo de lá, num primeiro tremor qualquer, a terra não aguentasse mais, por falta de pressão, e esse buraco gigantesco se abrisse, fazendo com que a água do oceano caisse dentro dele? Quais seriam as consequências?

Não devemos temer a nada, mas é importante viver com prudência. Creio que, enquanto estamos vivendo o presente, é nosso dever zelar para que exista um futuro. E que esse futuro seja de paz, saúde, felicidade e harmonia para tudo e para todos.

Como escolher um framework ou biblioteca para Javascript e Ajax?


Atualmente, creio que todo desenvolvedor/programador de internet deve incluir um framework JavaScript/AJAX entre as suas ferramentas de trabalho. Nas últimas semanas, venho pesquisando quais os melhores frameworks disponíveis no mercado, a fim de obter os bons resultados em meus projetos.

Para quem ainda não ouviu falar, frameworks ou bibliotecas de código são ferramentas de trabalho que tornam mais fácil o desenvolvimento com alguma linguagem de programação específica, pois possuem funções e rotinas, de uso comum e repetitivo, que são desenvolvidas especialmente para minimizar os problemas e maximizar a produtividade do desenvolvedor.

Atualmente, trabalhar com uma biblioteca JavaScript/AJAX para o desenvolvimento na internet, não se trata apenas de uma escolha, para um profissional um pouco mais esperto, mas tornou-se praticamente uma necessidade, para os profissionais qualitativamente produtivos. As aplicações de internet mais modernas são fortemente dirigidas por eventos, AJAX e animações, que exigem grande quantidade de código para serem manipuladas corretamente, e todo esse código está disponível em excelentes frameworks.

Antes de escrever um artigo sobre quais as melhores opções de frameworks, achei importante falar sobre os fundamentos para que você possa fazer uma boa escolha entre as opções disponíveis. No desenvolvimento de aplicações, é muito difícil encontrar uma plataforma única, que satisfaça todas as necessidades e, por isso, dependendo do projeto, pode-se precisar de uma ou outra ferramenta, de acordo com as necessidades específicas do projeto.

Há muitos frameworks JavaScript/AJAX disponíveis no mercado, e é necessário considerar alguns aspectos antes de tomar uma decisão de qual será o mais adequado para você. Essa decisão depende do tipo de aplicação que está desenvolvendo. Por exemplo, se estiver desenvolvendo aplicações para uma Intranet, onde todos os computadores utilizam o navegador Internet Explorer 7, a compatibilidade dos scripts entre diferentes navegadores e o tamanho do arquivo do framework não serão importantes para você. Mas caso esteja desenvolvendo uma aplicação para acesso público na internet, então compatibilidade e velocidade serão importantes aspectos a considerar.

1. Documentação e Exemplos
Primeiro, creio que na escolha de uma boa ferramenta de trabalho, um dos aspectos mais importantes é a quantidade de documentação disponível. É claro que tudo é levado em consideração, mas a documentação é o que nos faz aprender a trabalhar com a ferramenta de forma rápida e fácil. Conteúdo sobre classes, funções e parâmetros, muitos exemplos de utilização e um bom suporte, são fundamentais para acelerar a curva de aprendizado.

2. Qualidade e Eficiência
Por qualidade e eficiência, entenda a quantidade de funções e rotinas, a facilidade e simplicidade do código, a modularidade, o tratamento de erros, a velocidade de execução e a performance geral do framework. Um framework onde posso programar com apenas 25 linhas de código, uma rotina que, em outro, eu utilizaria 50 linhas, é com certeza mais produtivo. Outro que executa uma mesma rotina duas vezes mais rápido, é com certeza mais eficiente.

3. Comunidade de Desenvolvedores
O terceiro aspecto é o tamanho da comunidade que trabalha com o framework. Quanto maior a comunidade, mais disponível será a quantidade de informações, o intercâmbio de códigos e funcionalidades, e a capacidade de pesquisa e soluções de problemas comuns com a utilização do framework. Além disso, a chance é grande de que a maioria dos profissionais estejam certos sobre suas escolhas! A maioria dos frameworks possuem comunidades de desenvolvedores que se reúnem em grupos de discussão, fóruns, chats e canais de IRC.

4. Compatibilidade entre Navegadores
A maioria dos frameworks suporta muito bem as diferenças de JavaScript/AJAX entre os navegadores Internet Explorer 7, Firefox 3 e Safari 3. Portanto, esse é um critério de menor importância no conjunto de avaliações. Mas se você precisa de compatibilidade com navegadores mais específicos, então deverá fazer sua escolha com mais cuidado.

Por enquanto é isso! Em breve publicarei sobre os melhores e mais utilizados frameworks JavaScript/AJAX do mercado, e qual eu escolhi para ser a minha ferramenta de trabalho.

Por enquanto, você pode pesquisar por sua conta entre os listados abaixo:
jQuery, Prototype, Yahoo User Interface, Dojo, QooXDoo, Rico, DOM Assistant

Um breve poema de amor


Você é amor o puro!
O mais gostoso carinho.
Meu tesouro sem medidas,
Minha alma querida.

Menina, mulher, faísca.
Faísca que cria o fogo.
O fogo que faz a luz!
A luz que ilumina o escuro,
e pra longe das trevas me conduz.

Mulher faísca que acende a criação!
Um beijo no seu coração,
de um pobre homem,
que só quer sua atenção!

Amo você!

Mateus Lopes

Dica útil: Site com formatos, medidas e modelos oficiais de trabalho para designers


Designers Toolbox

Aqui vai uma dica muito útil para designers e webdesigners que precisem lembrar as medidas, formatos, tamanhos e modelos padrão e mundialmente utilizados para envelopes, pastas, CDs e DVDs, cartões postais, encadernações, papéis, formatos de banner para web, fontes, caracteres especiais em HTML, formulários html em diferentes navegadores, conversão entre unidades de medidas gráficas, entre outros.

Cliquem em qualquer um dos links acima, ou acessem Designers Toolbox.

Vale o bookmark!