Emily Bear: Pianista prodígio com apenas 6 anos de idade

Conheçam Emily Bear, uma menina prodígio, de apenas 6 anos de idade, que toca piano de uma forma impressionante e já compõe suas próprias músicas. Emily começou a brincar no piano desde os seus dois anos, certamente ao observar sua avó e seus irmãos tocarem também os seus instrumentos. Sua avó é pianista, sua irmã toca harpa e seu irmão violão.

No vídeo podemos ver e ouvir um pouco da arte precoce desta menininha tão linda e inteligente que nasceu, por certo, para contribuir no desenvolvimento musical do nosso mundo.

Ela diz que gosta de Mozart por que ela é um pouco como ele, e ele um pouco como ela. Acredito mesmo que ambos devem ser da mesma turma! Eu como pianista, compositor e podemos dizer “devoto” de Mozart, não pude deixar de me impressionar ao conhecer Emily Bear.

Que Deus ilumine o seu caminho para que seja muito feliz e desenvolva sua arte com plenitude.

O vídeo está em inglês.

http://www.youtube.com/watch?v=vUx4t4W4eVY

7 comentários sobre “Emily Bear: Pianista prodígio com apenas 6 anos de idade

  1. Amei, a menina, tem um talento impar, desejo que Deus, de-lhe condiçoes de continuar assim, tocando muito bem.

    Abraços

  2. Nossa que menina linda,

    acabei de conhecer seu talento incrível e apenas com 6 anos de idade. Ela vai ser um Mozart do seculo 21.

    Que seu caminho seja incrivelmente alegre, e que siga com essa carreira para sua vida, pois sera uma pessoa incrível, todos a admirarão por tocar e compor musicas simplesmente magnificas.

  3. Olá, Sr. Mateus Lopes.
    Por favor, como é que aparecem as crianças, hoje em dia.
    Superdotadas, especiais, e assim por diante (faltam adjetivos mais adequados). Vou, vou, e vou comprar os CDs da Emily Bear.
    Sou tecladista e pianista (mais tecladista do que pianista),
    faço MIDI no computador com o programa CAKEWALK).
    Quero parabenizá-lo por também ser pianista. Cá entre
    nós, a Música é ALGO, é ou não é algo com que Deus nos
    presenteou de maneira especial?
    E tem mais. As tecladistas e pianistas japonesas, coreanas, e de outros países: AIMI KOBAYASHI, YOO YEE
    YUN (ceguinha de 5 anos), para citar somente estas. Crianças cantoras, crianças violinistas, etc,; crianças gênios de todas as categorias e todas as áreas.

    Que mundo é este em que estamos vivendo?
    Nos últimos cem anos apareceram as crianças ÍNDIGO
    com dons e talentos incomuns e, cada dia elas estão vindo
    às milhares. Dizem que do ano de +/- 2000 para cá estão vindo as chamadas CRIANÇAS CRISTAL (é claro que esta data não é tão definida assim, porém mais ou menos, tanto é que as ÍNDIGO continuam vindo). Estas crianças possuem atributos como nunca se tinha observado antes: dá para notar nas crianças de hoje, super-espertas, não aceitam imposições tão facilmente; são hiperativas que, os pais, psiquiatras, e psicólogos taxam de crianças problemáticas com DISTÚRBIO TDAH (Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade).
    Qual o quê? Que nada! São as CRIANÇAS CRISTAL
    super-especiais! Elas merecem toda a nossa atenção e
    compreensão. Elas vêm com SUPERIORIDADE estampada
    na cara; muitos dizem que elas já são uma mostra do que
    virá a ser, cada vez mais, o nosso mundo daqui para frente,
    elas seriam as detentoras da liderança mundial.

    Já chega como forma de me apresentar. Espero que, dependendo da disponibilidade de teu tempo, venhas a
    apreciar e considerar este meu email.
    Quando eu aprecio o video da AIMI KOBAYASHI, com
    4 (quatro) anos de idade tocando Mozart e quebrando
    tudo, chega a me dar uma tristeza.

    Mirio Edelmar Roos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>