Como escolher um framework ou biblioteca para Javascript e Ajax?


Atualmente, creio que todo desenvolvedor/programador de internet deve incluir um framework JavaScript/AJAX entre as suas ferramentas de trabalho. Nas últimas semanas, venho pesquisando quais os melhores frameworks disponíveis no mercado, a fim de obter os bons resultados em meus projetos.

Para quem ainda não ouviu falar, frameworks ou bibliotecas de código são ferramentas de trabalho que tornam mais fácil o desenvolvimento com alguma linguagem de programação específica, pois possuem funções e rotinas, de uso comum e repetitivo, que são desenvolvidas especialmente para minimizar os problemas e maximizar a produtividade do desenvolvedor.

Atualmente, trabalhar com uma biblioteca JavaScript/AJAX para o desenvolvimento na internet, não se trata apenas de uma escolha, para um profissional um pouco mais esperto, mas tornou-se praticamente uma necessidade, para os profissionais qualitativamente produtivos. As aplicações de internet mais modernas são fortemente dirigidas por eventos, AJAX e animações, que exigem grande quantidade de código para serem manipuladas corretamente, e todo esse código está disponível em excelentes frameworks.

Antes de escrever um artigo sobre quais as melhores opções de frameworks, achei importante falar sobre os fundamentos para que você possa fazer uma boa escolha entre as opções disponíveis. No desenvolvimento de aplicações, é muito difícil encontrar uma plataforma única, que satisfaça todas as necessidades e, por isso, dependendo do projeto, pode-se precisar de uma ou outra ferramenta, de acordo com as necessidades específicas do projeto.

Há muitos frameworks JavaScript/AJAX disponíveis no mercado, e é necessário considerar alguns aspectos antes de tomar uma decisão de qual será o mais adequado para você. Essa decisão depende do tipo de aplicação que está desenvolvendo. Por exemplo, se estiver desenvolvendo aplicações para uma Intranet, onde todos os computadores utilizam o navegador Internet Explorer 7, a compatibilidade dos scripts entre diferentes navegadores e o tamanho do arquivo do framework não serão importantes para você. Mas caso esteja desenvolvendo uma aplicação para acesso público na internet, então compatibilidade e velocidade serão importantes aspectos a considerar.

1. Documentação e Exemplos
Primeiro, creio que na escolha de uma boa ferramenta de trabalho, um dos aspectos mais importantes é a quantidade de documentação disponível. É claro que tudo é levado em consideração, mas a documentação é o que nos faz aprender a trabalhar com a ferramenta de forma rápida e fácil. Conteúdo sobre classes, funções e parâmetros, muitos exemplos de utilização e um bom suporte, são fundamentais para acelerar a curva de aprendizado.

2. Qualidade e Eficiência
Por qualidade e eficiência, entenda a quantidade de funções e rotinas, a facilidade e simplicidade do código, a modularidade, o tratamento de erros, a velocidade de execução e a performance geral do framework. Um framework onde posso programar com apenas 25 linhas de código, uma rotina que, em outro, eu utilizaria 50 linhas, é com certeza mais produtivo. Outro que executa uma mesma rotina duas vezes mais rápido, é com certeza mais eficiente.

3. Comunidade de Desenvolvedores
O terceiro aspecto é o tamanho da comunidade que trabalha com o framework. Quanto maior a comunidade, mais disponível será a quantidade de informações, o intercâmbio de códigos e funcionalidades, e a capacidade de pesquisa e soluções de problemas comuns com a utilização do framework. Além disso, a chance é grande de que a maioria dos profissionais estejam certos sobre suas escolhas! A maioria dos frameworks possuem comunidades de desenvolvedores que se reúnem em grupos de discussão, fóruns, chats e canais de IRC.

4. Compatibilidade entre Navegadores
A maioria dos frameworks suporta muito bem as diferenças de JavaScript/AJAX entre os navegadores Internet Explorer 7, Firefox 3 e Safari 3. Portanto, esse é um critério de menor importância no conjunto de avaliações. Mas se você precisa de compatibilidade com navegadores mais específicos, então deverá fazer sua escolha com mais cuidado.

Por enquanto é isso! Em breve publicarei sobre os melhores e mais utilizados frameworks JavaScript/AJAX do mercado, e qual eu escolhi para ser a minha ferramenta de trabalho.

Por enquanto, você pode pesquisar por sua conta entre os listados abaixo:
jQuery, Prototype, Yahoo User Interface, Dojo, QooXDoo, Rico, DOM Assistant

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>